O PATINHO FEIO

 

Edith Ranzini é uma engenheira nascida e São Paulo e que, em 1972 participou da criação de um dos primeiros computadores brasileiros. Essa máquina pesava 100 quilos, tinha um metro de altura por um de comprimento, 80 metros de profundidade. Não havia tela, teclado ou mouse, mas trazia 4 bytes .

Essa geringonça funcionava acionando botões e chaves. Podia processar, armazenar e até imprimir textos.  Era uma máquina esquisita e por isso foi chamada de “patinho feio”. E foi através dela que o Brasil entrou na indústria da informática, permitindo que o país entrasse na era digital há 45 anos. A equipe de Edith levou um ano para concluir o trabalho.

O mérito da engenheira, que recebeu ano passado uma homenagem da USP, foi formar profissionais de informática, impulsionado a indústria brasileira.

Salvar



Comentário(s)

Comentário(s)

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *