Escolha uma Página

CRISTINE, A INTELECTUAL

cristine

Ela nasceu em Veneza, Itália, em 1363, mas foi criada em Paris. O pai era médico de Carlos V, e Cristine de Pisano não frequentou escola, como era o costume da época, mas aprendeu muito com o pai, sobretudo cultura parisiense e o humanismo italiano. Tinha paixão pelos livros.

Aos 15 anos, casou-se com Étienne de Castel, secretário do rei. Foram anos felizes, até que uma epidemia em 1390 a deixou viúva aos 25 anos de idade. Sozinha, com filhos pequenos, os parentes na Itália, Cristine decidiu testar seu talento para sobreviver. Começou a escrever. De início eram poemas que circulavam na corte e foram elogiados. Ganhou fama. Em pouco tempo era considerada uma mulher das letras, embora hostilizada pelos homens e isso pouco a incomodava. Seguiu com seu projeto de defender e valorizar a mulher. Costumava dizer que a mulher não foi modelada no barro, mas criada do corpo humano, portanto, havia igualdade dos sexos. Toda mulher tem seu lugar na sociedade, costumava dizer.

Escreveu vários livros o que lhe deu fama na Europa. Contemporânea de Joana d’Arc escreveu Ditos poéticos em louvor da Joana d’Arc, sua última obra. Morreu em 1430 com fama de pioneira do feminismo.







Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *