ago 27, 2021 | 0 Comentários

Maud Wagner nasceu nos Estados Unidos e era circense acrobata. Nas andanças, conheceu Gus um tatuador que tinha o corpo completamente desenhado. O detalhe chamou atenção de Maud e pediu que ele lhe ensinasse a técnica. Foi boa aluna, namoraram e casaram.

Maud teve também, o corpo tatuado com a mesma técnica do marido, ou seja, o método handpoked, sem uso de instrumentos, totalmente artesanal.

Isso, aconteceu numa época em que tatuagem era vista como “coisa de marginal”. E mais: quando as mulheres não andavam sozinhas;

Mas Maud veio para revolucionar.

Em 1911, a circense já era famosa como a primeira mulher tatuada e tatuadora. Imprimiu sua marca com figuras de plantas, mulheres, macacos, borboletas, leões, árvores, ou seja, a natureza.

Nessa ocasião, ela já exibia o corpo completamente desenhado e viajou pelo mundo, tatuando outras mulheres. Ficou famosa e foi a primeira mulher no mundo a ser tatuada e tatuadora.

Ela nasceu em 1877 e morreu em 1961. Com Gus, teve uma filha que também seguiu o caminho da mãe, mas não era tatuada.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *