A PRIMEIRA ENGENHEIRA

dez 9, 2021 | 0 Comentários

Enedina Marques, nasceu em 1913, no Paraná. Seus pais trabalhavam na casa de um militar e Enedina, ainda criança ajudava nos afazeres domésticos e foi alfabetizada aos 12 anos de idade.

Negra, enfrentou preconceitos, mas isso não a intimidou. Pelo contrário. Só a estimulou a ir adiante. Formou-se em professora em 1932, indo lecionar em escola pública, mas ela acalentava um sonho: ser engenheira civil. Conseguiu. Era a única mulher negra numa turma formada em 1945.

Logo depois, foi nomeada pelo governador para a Secretaria de Viação e Obras Públicas e depois para o Departamento Estadual de Águas e Energia Elétrica. Participou de várias empreitadas, impondo respeito diante da sua capacidade.

Solteira, morando só, morreu de infarto aos 68 anos de idade. Seu corpo foi encontrado dias depois.

Seu talento foi reconhecido e seu nome hoje é nome de rua em Curitiba.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.