A VIDA DOCE DOS CANGACEIROS

maio 7, 2021 | 0 Comentários

 

 

A influência do Bando de Lampião não se resume apenas nas roupas, acessórios e música. A gastronomia é um dos pontos fortes. Em Piranhas, Alagoas, existem restaurantes superinteressantes e agradáveis oferecendo um bom e variado cardápio. Um deles, o Angicos, por exemplo, oferece peixes acompanhados de cactos que, além do bonito visual, o sabor agrada. São utilizados facheiros, coroas de frade e outros encontrados na caatinga com facilidade.

Quem experimentou, gostou. E como sobremesa, pode-se degustar os doces de mandacarus, facheiros, cozinhados na erva doce, cravo e açúcar. São geleias delicadas e de bonito visual. Esses doces eram consumidos pelos cangaceiros desde o século 19.

Era costume do bando, todo componente levar nos bornais, o seu caneco, prato, colher e cabaça. A comida preferida era carne seca, rapadura, farinha, além do bode, caças, leite, coalhada e frutas silvestres a exemplo dos cactos. Comida saudável que dava força ao bando para as caminhadas e batalhas.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *