Escolha uma Página

SEIS MARIAS

Maria Vieira da Soledade, Maria Sulena da Purificação, Maria Vieira do Nascimento, Maria Lopes da Conceição, Maria Santina da Purificação e Maria Lusulina da Purificação.  Seis Marias. e todas são uma só pessoa, sendo a  mais conhecida Maria Lopes da Conceição, que entrou nessa conversa “por acaso”.

Ela nasceu no Sertão Pajeú, Serra Talhada, Pernambuco, às margens do Riacho São Domingos um dos afluentes do Rio São Francisco aquele “que vai bater no rio do mar”…. Casou muito jovem com um homem pacato, José Ferreira dos Santos e tiveram nove filhos. O terceiro, ficou famoso: Virgolino, mais tarde, Lampião.  É aí, onde essa Maria com tantos nomes passou para a história.

Naquela época, anos 20, era comum adotar vários nomes para a mesma pessoa. O costume era primeiro, batizar a criança, depois, registrar no cartório e já alterava. Depois, vinha o casamento e mais uma modificação. Igrejas, cartórios, “assentamento” de casamento, dificilmente traziam os mesmos nomes. Mais apenas um deveria permanecer na boca do povo. Entretanto, essa nossa Maria recebeu “apelidos” demais só para confundir os pesquisadores.

Autoritária, criou os filhos dentro dos rígidos costumes sertanejos. A vida da família era pacata, até Virgolino virar cangaceiro. A situação tornou-se insuportável para ela, sendo obrigada a deixar sua casa, viver de sobressaltos, perseguições etc. O coração não suportou e Maria Sulena morreu de infarto aos 47 anos em Alagoas. Foi enterrada discretamente no Cemitério Santa Cruz do Deserto. Mas sua vida continua acesa.







Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *